Postagem em destaque

Prefeitura de Ilhéus realiza ação de combate ao abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes

A Prefeitura de Ilhéus, através da Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS), realizou, nesta quarta-feira, 22, ação educat...

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Salvador ganha maior hospital de atendimento à mulher do Nordeste

Salvador ganha maior hospital de atendimento à mulher do Nordeste


O hospital possui dez salas cirúrgicas e 136 leitos, sendo 97 destinados à internação, 10 para terapia intensiva (UTI) e 29 leitos para hospital-dia. Como todos os procedimentos são agendados, as mulheres interessadas devem procurar uma Unidade Básica de Saúde em seu município para serem referenciadas para os serviços do Hospital da Mulher. (Foto: GOVBa)
O hospital possui dez salas cirúrgicas e 136 leitos, sendo 97 destinados à internação, 10 para terapia intensiva (UTI) e 29 leitos para hospital-dia. Como todos os procedimentos são agendados, as mulheres interessadas devem procurar uma Unidade Básica de Saúde em seu município para serem referenciadas para os serviços do Hospital da Mulher. (Foto: GOVBa)
Com investimento superior a R$ 40 milhões entre obras e equipamentos, o Governo do Estado inaugurou na tarde desta segunda-feira (9) o Hospital da Mulher – Maria Luzia Costa dos Santos, localizado no Largo de Roma, em Salvador. A solenidade foi presidida pelo governador Rui Costa. Depois de passar por procedimentos de higienização e treinamento de equipes, desta terça (10) a quinta (12), o Hospital da Mulher inicia o atendimento ambulatorial na sexta-feira (13). Na próxima segunda (16), começa a receber pacientes, mesmo dia de abertura da urgência e emergência ginecológicas.

Este é o maior hospital especializado no atendimento à saúde da mulher do Norte-Nordeste e considerado um centro de referência estadual. A unidade possui dez salas cirúrgicas e 136 leitos, sendo 97 destinados à internação, 10 para terapia intensiva (UTI) e 29 leitos para hospital-dia. O centro de diagnóstico está equipado com tomógrafo computadorizado, mamógrafo, ultrassom, doppler scan, raio-X e laboratório 24 horas. O hospital tem capacidade para realizar 9 mil consultas e mil procedimentos cirúrgicos mensais.
O Hospital da Mulher prestará assistência nas áreas de ginecologia e mastologia, além do atendimento na área de reprodução humana, oncologia e situações relacionadas à violência sexual. A unidade também dispõe de um serviço de urgência e emergência ginecológica, com funcionamento 24 horas. Por mês, o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde (Sesab), investirá cerca de R$ 4 milhões na manutenção do hospital, que será gerido por uma organização social.
Novidades – Uma das novidades no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) na Bahia é o serviço de média complexidade em reprodução humana assistida. O objetivo é atender mulheres com diagnóstico confirmado de pólipo endometrial, cistos anexiais, endometriose, má formação congênita ou que estejam inférteis há mais de dois anos sem causa definida.
O serviço de alta resolutividade para diagnóstico e tratamento do câncer de mama também é inédito. Mulheres com exames diagnósticos de imagem indicativos de tumor maligno serão submetidas à biópsia no mesmo dia e poderão passar por intervenção cirúrgica imediata na unidade de saúde. Com essa agilidade, pretende-se reduzir o tempo para o início do tratamento e a perda do seguimento dessas mulheres, o que irá permitir menores sequelas e maior sobrevida.
As mulheres também terão acesso ao serviço de planejamento familiar com métodos contraceptivos reversíveis de longa duração, Dispositivo intrauterino (DIU) e laqueadura tubária. O serviço terá como público-alvo, principalmente, mulheres de risco para trombose, hipertensão, cardiopatias, com doença falciforme e/ou em situação de vulnerabilidade social.
Outra novidade é o serviço de atendimento especializado para vítimas de violência sexual. Será ofertado acolhimento aos pacientes que cheguem à unidade por demanda espontânea, através de órgão policial, judicial, ou referenciada pela Central de Urgências do Samu. Serão disponibilizados escuta qualificada, atendimento clínico e cirúrgico, atendimento psicológico, bem como dispensação e administração de medicações para profilaxia nos casos indicados. Haverá ainda orientação e agendamento para acompanhamento psicológico e ginecológico por até seis meses.

Nenhum comentário:

Postar um comentário