quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Prefeito visita obras da nova Ponte Ilhéus-Pontal


O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, visitou ontem, 11 de janeiro, as obras da nova ponte que ligará o Centro da cidade ao Pontal e toda a zona sul do município. Estiveram presentes ao encontro o vice-prefeito, José Nazal, o secretário municipal de Governo, Sérgio Souza, o presidente da Câmara de Vereadores de Ilhéus, Lukas Paiva, o vereador Eri Bar, além dos gestores da construtora OAS, Marcus Vinicius Holanda Teixeira - gerente operacional, Suzano Menezes - gerente de contratos, e Eduardo Metsu, responsável administrativo-financeiro.


Na oportunidade, representantes da construtora apresentaram o cronograma da programação de trabalho no local. As obras já estão na fase de fundações do lado Norte e, em 90 dias, iniciarão o mesmo processo na parte Sul da nova ponte, na localidade de Nova Brasília. A previsão de conclusão da obra é para o segundo semestre de 2018.

Cerca de 100 profissionais estão envolvidos na obra de construção e, até o momento, nenhum acidente de trabalho foi registrado, motivo de orgulho destacado pelo prefeito Mário Alexandre, que afirmou ser “um trabalho de excelência”. O Prefeito disse ainda que “a ponte Centro-Pontal é um sonho para a cidade de Ilhéus e região”.

Detalhes - A nova ponte facilitará a locomoção das pessoas entre as praias do Sul (Morro de Pernambuco) e as do Norte (praia do Cristo), atraindo investimentos na área do turismo e da indústria, com o fortalecimento da economia local. São 533 metros de comprimento e largura de 25,3 metros, com quatro faixas de rolamento, uma ciclovia e uma faixa exclusiva para pedestres. Também faz parte do conjunto da obra um sistema viário de acesso ao Porto do Malhado, distrito industrial do município e o futuro Porto Sul.

Caracterizada pela sua bela arquitetura, Ilhéus terá a primeira ponte estaiada da Bahia. Trata-se de uma ligação suspensa por cabos de sustentação que partem diretamente de um mastro até o tabuleiro da ponte. É considerado pela engenharia o modelo economicamente viável e a melhor opção para ligações maiores que 150 metros.

Secretaria de Comunicação Social

Nenhum comentário:

Postar um comentário