terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Jaques Wagner e a Lava Jato

Jaques Wagner e a Lava Jato: veja o vídeo e a reportagem completa das acusações do delator.



Do - jornaldamidia.com.br - A delação do lobista da Odebrecht Claudio Melo Filho envolvendo Jaques Wagner, ex-governador da Bahia e ex-ministro de Dilma Rousseff, continua ocupando grandes espaços na imprensa nacional (Assista ao Vídeo acima). Na Bahia, a chamada “grande imprensa” esconde as bombásticas afirmações do delator contra Wagner, que atingem também o governador Rui Costa. Somente uma reportagem da TV Globo, divulgada no Jornal Hoje e no Jornal Nacional e reproduzidas várias vezes em todos os jornalísticos do canal fechado GloboNews, dedica mais de 5 minutos ao ex-governador da Bahia.
Batizado com o codinome de “Polo” nas planilhas do setor de propina da Odebrecht, Wagner teve um grande espaço no depoimento dado à força-tarefa da Lava Jato. Pelas contas de Cláudio Melo Filho, que confessou ter sido um grande defensor de Wagner na empreiteira, o ex-governador da Bahia levou R$ 9,5 milhões. Somente em 2010 foram R$ 7,5 milhões. O esquema voltaria a se repetir em 2014, dessa vez na campanha de Rui Costa para o governo da Bahia, apoiado por Wagner. Cláudio disse que não participou desses pagamentos, mas acredita que foram repassados R$ 10 milhões. A empreiteira também deu presentes caros nos aniversários de Jaques Wagner. Segundo Cláudio Melo, em 2012, por exemplo, Wagner ganhou um relógio no valor de US$ 20 mil. No acordo de delação, há fotos desses presentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário