quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Audiência e sessão especial lembram 1º ano do MEI itabunense

Nesta quarta, 05, Itabuna celebrou o Microempreendedor Individual (MEI) com audiência pública e sessão especial. No Legislativo, o secretário de Indústria, Comércio e Turismo, José Humberto Martins, apresentou avanços do empreendedorismo local, como os quase 8 mil itabunenses formalizados como MEI e a expectativa de que o setor crie 5 mil empregos nos próximos anos.

O presidente da Associação dos Trabalhadores Informais, Márcio Higino, informou que 90% deles atuam dentro da formalidade, “pagando os impostos em dia”. Para Higino, o Shopping Popular, previsto para dezembro, será um marco para os comerciantes de rua, mas aproveitou para reivindicar aos vereadores a regulamentação do comércio de rua. “Precisamos ser ouvidos”.


Dois parceiros importantes dos MEI grapiúnas, Sebrae e Banco do Povo, reforçaram a força e a representatividade do segmento. Claudiana Figueiredo (Sebrae) salientou que 87% das 23 mil empresas ativas em Itabuna são individuais e micro e pequenas. Cíntia Fortaleza (Banco do Povo) informou que R$ 9 milhões em financiamentos foram direcionados para os MEI de Itabuna.

A sessão especial do 1º ano do Dia do MEI itabunense, data instituída por iniciativa do vereador Junior Brandão (PT), serviu para avaliar o desempenho do Legislativo no fortalecimento do empreendedorismo local. Na opinião das instituições, a Câmara foi crucial no processo de doação de terrenos a novas empresas e no enquadramento dos mototaxistas como MEI.

Além de Junior Brandão, a sessão especial contou com a presença dos vereadores Nadson Monteiro, Glebão, Pastor Francisco, Antônio Cavalcante e César Brandão. Eles ouviram sugestões relacionadas ao tema, entre as quais a inclusão da disciplina Empreendedorismo no currículo escolar do município e o aporte de recursos do Orçamento para o fundo rotativo do Banco do Povo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário