sábado, 12 de dezembro de 2015

Comunidade elogia o trabalho do Odontomóvel em Ilhéus

O equipamento, que fica no bairro até o meio-dia deste sábado, 12, tem a meta de atender cerca de 600 pessoas com procedimentos diversos. Entre eles, obturação,tratamento de canal, restauração, extração e aplicação de flúor

“Muito bom. Um serviço de grande importância para a nossa comunidade. Valeu à pena acordar cedo”. A declaração é da moradora do bairro Teotônio Vilela, Tereza Cristina, que esta semana foi beneficiada com uma limpeza dentária oferecida gratuitamente pelo Odontomóvel, projeto desenvolvido em Ilhéus pelo Governo do Estado, em parceria com a Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde (Sesau). O trabalho, que visa atender 600 pessoas, foi iniciado no último dia 7 e se estenderá até este sábado, 12 de dezembro.

O atendimento é aberto a moradores de todos os bairros. De acordo com o coordenador do projeto, enfermeiro João Henrique Sampaio, o odontomóvel conta com o trabalho de cinco clínicos, um cirurgião e um odontólogo que atua apenas na realização de canais dentários. Sampaio ressalta que, no caso das crianças que ainda não possuem Carteira de Identidade, os pais podem levar apenas a Certidão de Nascimento.
A unidade que atua no Teotônio Vilela, um dos bairros mais populosos do município, tem capacidade para atender até 110 pessoas por dia, oferecendo procedimentos diversos, a exemplo de tratamento de canal, extração, restauração, aplicação de flúor e obturação. O Odontomóvel, que dispõe de sete terminais de atendimento, está instalada na Avenida Central do bairro.
O secretário de Saúde de Ilhéus, Antônio Ocké, lembra que a presença do odontomóvel no Teotônio Vilela contou com a intermediação do deputado estadual Eduardo Salles. Ele reitera também que um dos objetivos da iniciativa é ampliar o acesso à assistência odontológica gratuita em comunidades com carência nessa especialidade.
Antes dos procedimentos necessários, as pessoas passam por uma triagem e recebem orientação sobre higiene bucal e escovação dos dentes. Eliana dos Santos, 37 anos, que mora no Vilela, destaca que nem sempre as pessoas têm tempo para ir às unidades que oferecem esse atendimento no município, “e como está aqui perto da gente, tem de aproveitar e é muito bom”. 

Secretaria de Comunicação Social – Secom.

Nenhum comentário:

Postar um comentário