quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

CHICO REIS QUER CPI PARA INVESTIGAR PLAGIO DE PLANO DE SANEMANRO DA EMASA

-TUDO INDICA QUE A CEI VENHA A SER INSTALADA AS DENUNCIAS SÃO GRAVES-
Vereador Chico Reis, quer a verdade
Na Sessão Plenária da Câmara de Vereadores de Itabuna, ontem (02) à tarde, através do vereador Chico Reis (PRP), foi entregue um documento com assinaturas de 300 funcionários da Empresa Municipal de Águas e Saneamento-EMASA S/A, para que seja investigado, através de uma CEI-Comissão Especial de Investigação, um possível plágio de um  Plano de Saneamento Básico, visando a venda daquela empresa e, que, segundo informações, custou 690 mil reais, da cidade do Rio Grande, Rio Grande do Sul.
A respeito da instalação da CEI, que já tem o aval da maioria dos vereadores - entre eles - Ailson Souza (PRTB), Zé Silva (PSDB), Antonio Cavalcante (PMDB), Manuel Júnior (PRB), Ronaldo Geraldo (DEM), a Diretora Parlamentar do Legislativo, advogada Margarete Brandão discorreu sobre seus tramites legais, para ser encaminhada à Mesa Diretora, para ser aprovada ou não. Mas os funcionários da Emasa, que estavam presentes à Sessão e representados pelo SINDAE, Sindicato da categoria, juntamente, conforme, o pronunciamento do vereador Glebão (PV), acreditam na sua instalação "e, que os culpados, do plagio, a punição seja a cadeira".   

tudo indica que a (CEI) venha a ser instalada pelo Legislativo, pois os vereadores querem a veracidade dos fatos, como também, os funcionários da Emasa que exigem isso. Essa denuncia deverá também parar no Ministério Publica. "A denuncia é grave, e a população de Itabuna merece respeito!" diz o vereador Ailson Souza. 

Entre outros muitos assuntos, ainda foram discutidos pelos vereadores, pedindo explicação ao Executivo, sobra a terceirização do Sistema de Iluminação Pública do município; a Cidade Digital, que não funciona, e tem um funcionário que recebeu R$18 mil reais, só para menter o sistema, além do problema das irregularidades da famigerada "Zona Azul" e a transparência dos recursos, que não são mostrados pela empresa. "Essas questões têm que ser resolvidas em Itabuna, isso, aqui, não é uma cidade de ninguém, o povo que transparência" diz o vereador Ronaldão do DEM. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário