quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Prefeitura recupera estradas vicinais de Canavieiras

Clique para obter Opções
Após a recuperação da Rodovia BA-274, a Transouricana, a Prefeitura Canavieiras está acelerando os trabalhos de recuperação das estradas vicinais nos seus pontos mais críticos, para facilitar as condições de trafegabilidade. A execução de obras e serviços em todo o município de Canavieiras é resultado de um amplo planejamento da Secretaria de Obras e Transportes para todos os segmentos da Administração Municipal.

Segundo o prefeito Almir Melo, apesar das dificuldades enfrentas pelos municípios, o trabalho continua intenso e ininterrupto, tanto na cidade quanto nos distritos e povoados. “Embora a Transouricana seja de responsabilidade do Governo do Estado, os serviços nos 56 quilômetros do trecho que corta o município foram realizados pelas máquinas e operários da Prefeitura”, disse o prefeito. A rodovia é bastante castigada no período de chuva, dificultado a passagem dos veículos, sobretudo nas ladeiras.

Com a estiagem, a patrulha mecânica da Prefeitura também recuperou o novo ramal da Lagoa do Rocha. A equipe realizou drenos em áreas para o escoamento das águas das chuvas para que a estrada se mantenha intacta por mais tempo. Informa o Secretário de Obras e Transportes, Lucas Rodrigues, que o ramal da Lua também foi beneficiado com os serviços de patrolamento, e as máquinas já foram transferidas para o ramal de Pedra Alta, no trecho bastante danificado que vai até a divisa com Era Nova.

Segundo o secretário Lucas Rodrigues, essas medidas são decorrentes da preocupação da Prefeitura com o transporte de alunos da Rede Municipal de Educação e o escoamento da produção agropecuária pelas estradas rurais do Município. “Nossa equipe está trabalhando firme para manter o livre acesso às comunidades do interior e as ações estão sendo realizadas em parceria com os proprietários das terras. Estradas recuperadas são sinônimos de segurança e contribuem para o avanço em outras áreas como saúde e educação”, disse.

Por - Walmir Rosário
(04-11-15)

Nenhum comentário:

Postar um comentário