sábado, 8 de agosto de 2015

Comerciantes do Shopping Popular de Ilhéus passam por recadastramento

Com o recadastramento, objetiva-se identificar vendedores novos e antigos, para que se evite uso irregular dos espaços
 Por recomendação do Ministério Público do Estado (MPE), a Prefeitura de Ilhéus, através da Secretaria de Indústria e Comércio (Sedic), realizou, nesta semana, a atualização cadastral dos comerciantes que atuam no Shopping Popular, localizado no centro da cidade. De acordo com o promotor Paulo Figueiredo, o processo tem por finalidade evitar situações ilegais no local, como o aluguel de boxes.

A atualização cadastral, de acordo com o coordenador de Projetos da Sedic, Ricardo Cerqueira, foi realizada durante quatro dias, com todos os pequenos comerciantes, tendo identificado 156 em plena atividade. Cerqueira ressalta que o trabalho não teve o objetivo notificar ou retirar qualquer vendedor de seu ponto comercial.
Para o secretário de Indústria e Comércio, Roberto Garcia, as medidas solicitadas pelo Ministério Público se alinham às iniciativas tomadas pelo município para regular e acompanhar o funcionamento dos pavilhões de boxes, assim como já ocorre nas Centrais de Abastecimento do Malhado e da Urbis. Segundo ele, “dessa forma, buscamos evitar, por exemplo, que pessoas possuam mais de um espaço no local, ou use com finalidades ilegais, como venda de bebidas alcoólicas e promoção de jogos de azar”.
No documento enviado pelo MPE à Prefeitura, o órgão recomenda também que seja criado um regulamento que ordene o uso dos boxes, delimitando horário de funcionamento e atividades permitidas no local, e que se realize a requalificação do espaço, para extinguir construções irregulares. Quanto a isso, o secretário Roberto Garcia informou que, na próxima semana, se reunirá com a associação dos comerciantes do shopping popular para tratar desses pontos.

Secretaria de Comunicação Social – Secom.

Ilhéus, 07.08.15

Nenhum comentário:

Postar um comentário