Postagem em destaque

AGU PEDE REJEIÇÃO DE AÇÃO POR DANO MORAL MOVIDA POR LULA

OPERAÇÃO LAVA JATO AGU PEDE REJEIÇÃO DE AÇÃO POR DANO MORAL MOVIDA POR LULA CONTRA DELEGADO DA PF NA AÇÃO O EX-PRESIDENTE PEDE R$ 100 ...

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Estadão "decide" que Executiva do PSDB deve mudar para atender presidenciável Geraldo Alckmin.


Leiam, abaixo, a matéria do Estadão, que atacou Aécio Neves durante toda a campanha, com atenção. É a primeira reportagem do jornal paulista tentando influenciar na escolha de Geraldo Alckmin como o candidato tucano de 2018. Trata da recondução, que ele tenta transformar em disputa, da Executiva do PSDB. Os eleitores brasileiros não vão permitir um novo 2006, quando o paulista teimou, teimou, teimou e conseguiu rachar o partido e perder para Lula no segundo turno fazendo menos votos do que no primeiro. Não é opinião. É História. Leiam a matéria do Pedro Venceslau, tão citado neste blog durante a campanha eleitoral, pelos seus ataques sem sustentação em fatos contra Aécio.

Novo presidente do PSDB será eleito no dia 23 de maio

O PSDB definiu nesta terça-feira, 6, que convenção nacional da legenda que elegerá a nova direção partidária acontecerá no dia 23 de maio, em Brasília. Há consenso entre os tucanos    que o atual presidente da sigla, o senador mineiro Aécio Neves, candidato derrotado à Presidência, deve ser reconduzido para mais um mandato, que terminará em 2017.

 Isso significa que ele será o principal operador na montagem dos palanques municipais do partido nas eleições de 2016.Apesar de não existir oposição ao seu nome, Aécio terá de remodelar a direção executiva do partido para acomodar aliados indicados pelo governador paulista Geraldo Alckmin,que saiu fortalecido em 2014 ao se reeleger no primeiro turno. Ambos, Aécio e Alckmin, são apontados por aliados como candidatos naturais ao Palácio do Planalto em 2018. As convenções estaduais devem ocorrer em 26 de abril, e as municipais são esperadas para 19 de abril, nas cidades com mais de 500 mil eleitores, e em 15 de março para as restantes.

Resta saber quem Geraldo Alckmin, se o repórter efetivamente antecipa os desejos do governador, deverá sair da melhor Executiva que o partido já teve nos últimos anos para dar lugar a um ordenança seu.  Vai tirar o serrista Alberto Goldman?  Vai pedir a cabeça do grande oposicionista Álvaro Dias? Seria bom saber quem estaria na suposta alça de mira de Alckmin na Executiva tucana. Se não é nada disso, que o governador desautorize o repórter, imediatamente. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário