Postagem em destaque

PREFEITO ANTONIO DE ANÍSIO SOLICITA REFORÇO POLICIAL PARA ITACARÉ

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, se reuniu nesta quinta-feira com o delegado regional da 7ª Coordenadoria Regional de Polícia...

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Formação Caminhos do Cuidado inicia nesta sexta-feira em Ilhéus

Baixe Secretaria de Saúde. Foto Gidelzo Silva (Secom Ilhéus).JPG (722,1 KB)
O crso é voltado para a capacitação de 200 agentes comunitários de saúde e 23 técnicos de enfermagem, com o objetivo de aperfeiçoar as atividades desenvolvidas junto aos portadores de doença mental e usuários de álcool, crack e outras drogas.
 A Secretaria de Saúde de Ilhéus (Sesau) inicia nesta sexta-feira, dia 17, o curso denominado “Formação Caminhos do Cuidado”, voltado para a formação de 200 agentes comunitários de saúde e 23 técnicos de enfermagem. A principal estratégia do curso é promover o aperfeiçoamento dos profissionais que cuidam de portadores de doença mental e usuários de álcool, crack e outras drogas. A capacitação será realizada nas instalações da Faculdade Madre Thaís, sempre das 8 às 17 horas, uma vez por semana. Durante o período das atividades, serão oferecidos aos participantes, almoço, lanche e todo o material didático necessário, assim como mochila e boné.
O “Formação Caminhos do Cuidado” é um projeto do Ministério da Saúde que visapossibilitar que o agente comunitário de saúde e técnico em enfermagem possam trabalhar em conjunto tendo como meta melhorar a atenção às pessoas que fazem uso prejudicial de drogas e seus familiares. Estes acolhimento e cuidado ao usuário de forma integral pressupõem um novo olhar sem preconceitos e sem exclusão de qualquer natureza, diz o secretário de saúde, Antônio Ocké.  Segundo o gestor, essa formação em saúde mental inova pelo dinamismo e a mudança de modelos, envolvendo diversas áreas e setores, disponibilizando ferramentas para o acolhimento dos usuários, tornando-se multiplicadores dessa linha de cuidado.
O objetivo do Ministério da Saúde é formar tutores e alunos de forma descentralizada nos estados da federação, respeitando-se as especificidades de cada região. Este projeto está inserido no plano integrado de combate às drogas “Crack, é possível vencer”, sob a responsabilidade da Casa Civil, e teve início nos estados do Acre, Distrito Federal, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo.  O valor total do investimento, distribuído nos seis estados, de acordo com o número de agentes comunitários de saúde, foi de R$ 115 milhões.

Comunicação Social (Secom)-Ilhéus, 15.10.2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário