Postagem em destaque

Prefeitura de Ilhéus realiza ação de combate ao abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes

A Prefeitura de Ilhéus, através da Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS), realizou, nesta quarta-feira, 22, ação educat...

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Especialista considera positivo empresa participar de campeonato.

Segundo Linho Costa, especialista em gestão de marcas, empresa que associa seu nome a uma competição esportiva tem muito a ganhar, pois projeta uma imagem positiva perante o público por sua presença, independente de ser campeã ou não. Confira o que ele disse a respeito em entrevista:

Como você vê a participação de uma empresa em campeonatos como o Citadino da AABB, que está sendo realizado com nove equipes de Itabuna, uma de Buerarema e outra de Itajuípe?
Altamente positiva. Eventos dessa natureza ajudam na fixação da marca no conceito de Marketing Societal. O interesse é no bem comum das pessoas e conseguir pontuar a marca num ambiente assim ajuda no fortalecimento de sua reputação.

Quais as atenções que uma empresa deve ter em relação a seu conceito de marca ao participar de um evento?
São muitos os cuidados. 1º) Averiguar se o ambiente é - realmente - propício a fazer esse insert de imagem. 2º) Ver a forma como essa marca será inserida nos uniformes, a aplicação da logomarca deve obedecer a seu manual de identidade visual.

Se uma empresa vai bem, é natural que lhe faça bem. Mas se ela for mal no campeonato, você acha que isso pode fazer mal para a sua imagem além das 4 linhas?
De modo algum. No esporte, em sua natureza, o que deve ser evidenciado é o velho jargão: o importante não é ganhar, e sim, participar! Cada empresa, dentro do seu contexto, deve divulgar o esporte e ser competitiva. O Brasil não vai fechar menores patrocínios por ter tomado de 7 da Alemanha...

Como profissional de comunicação e especialista em gestão de marcas, você recomendaria a seus clientes participar de um campeonato interempresas? Por quê?
Sim, por tudo que acabei de citar. No que tange ao bem-estar das pessoas as empresas têm o dever de motivar seus colaboradores a práticas esportivas e culturais. Isso fortalece os seus laços e provoca a lei do retorno. Implica dizer que a produtividade dos colaboradores dentro da empresa cresce. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário