Postagem em destaque

Settran realiza vistoria no Transporte Escolar de Itabuna

  A Secretaria de Transporte e Trânsito de Itabuna (Settran) realizará nos dias 2 e 3 de Março a vistoria anual do transporte escolar....

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Prefeito Demir Barbosa cumpre agenda em busca de investimento para São Desidério

O prefeito Demir Barbosa acompanhado pelo Secretário de Meio Ambiente e Turismo Demósthenes Júnior, do Secretário de Cultura, Nerito Carvalho  e do ex- prefeito Zito Barbosa visitaram as  instalações da Tree Florestal e Remasa, que  farão o manejo dae Floresta que gerará biomassa para a termoelétrica movida a cavaco de eucalipto, com capacidade instalada de 150 megawatts (MW), a ser instalada em São Desidério, projeto que será desenvolvido pela  Bolt Energias  que é uma empresa de geração e comercialização de energia controlada pelo FIP Ático Geração de Energia do grupo Ático em parceria com a alemã Steag.  A Remasa, é uma empresa da família do ex-piloto de Fórmula 1 Maurício Gugelmin,   da qual a Atico  adquiriu uma participação de 50% menos uma ação por meio da Tree Florestal que pertence ao FIP Ático Florest.


O encontro começou com uma reunião no escritório da Tree Florestal e Remasa em Curitiba-PR, onde o Prefeito Demir e sua comitiva foram recepcionados pelo Presidente Alceu Gugelmin e pelo representante da Tree Florestal Marco Tuoto, que na oportunidade apresentou o perfil da empresa e a proposta a ser implantada no município de São Desidério para a produção de eucalipto, como também foi discutida a viabilidade  econômica e ambiental do empreendimento.

O Presidente da Remasa Alceu Gugelmin irmão do ex-piloto de Formula 1 Mauricio Gugelmin, ressaltou a visão  da empresa, como também mostrou a satisfação de puder está investindo na Bahia . “ A Remasa tem como visão realizar a produção florestal sustentável com domínio tecnológico, atendendo ao mercado regional de produtos florestais, diversificando atividades ligadas ao uso dos recursos naturais e a Bahia possui outras vantagens comparativas aos demais estados do Brasil, como maior facilidade para escoamento da produção setorial até os portos, como também menores custo de produção de madeira.”, frisou o presidente da Remasa, Alceu Gugelmin.

Cumprindo a agenda a comitiva do Prefeito visitou as áreas de produção e operação da  Remasa na cidade  Bituruna   localizada no Sul do Paraná , onde os visitantes conduzidos pelo Diretor de Produção Gilson Geronasso puderam verificar o sistema de produção de Pinus e Eucaliptos desenvolvida pelo grupo, como constatar o diferencial do sistema implantado pelos investidores. “A Remasa desenvolve atividades florestais com sustentabilidade econômica e responsabilidade ambiental social.  A produção e colheita de Pinus e Eucaliptos da Remasa são inteiramente certificados pelo FSC- Forest Stewardship Council e segue os rígidos critérios desta organização” explicou o Diretor de Produção Gilson Geronasso.

Para o diretor da Tree Florestal, Marco Tuoto, o empreendimento na região oeste tem uma grande vantagem em terras produtivas. “A Bahia apresenta grandes vantagens no que toca a produção florestal, nas quais se encontram uma produtividade dos plantios de eucalipto  entre os maiores do mundo principalmente pelas condições edafoclimáticas regionais e pela tecnologia de ponta empregada na cultura”, disse.

O prefeito Demir Barbosa visitou cada setor da empresa Remasa e elogiou a estrutura logística. “É uma empresa de grande porte, a organização, estrutura, tecnologia, tudo com alta modernidade que proporciona o desenvolvimento sócio econômico da região beneficiando mais de 2.000 pessoas no centro sul do Paraná. Esse modelo será bem parecido com Projeto Florestal a ser implantado em São Desidério”, declarou.

Para o secretário Municipal de Ambiente, Demothenes Junior, a leis ambientais são minuciosas e que todo processo precisa de uma atenção redobrada. “Durante a visita pude constatar que a empresa utiliza técnicas conservacionistas em suas atividades o que lhe garante a integridade e preservação das Florestas nativas, recursos hídricos e animais silvestres e matem a biodiversidade do ecossistema natural”, ressalta.
Por: Diego Souza

Nenhum comentário:

Postar um comentário