terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Prefeitura de Ilhéus conclui Plano de Contingência da Dengue

O Plano será apreciado pelo Conselho Municipal de Saúde e, em seguida, enviado à Secretaria de Saúde do Estado. Ele prevê uma série de ações envolvendo a rede Hospitalar e laboratorial de atendimento aos pacientes.
        
Com o objetivo de adotar ações visando a redução do índice de infestação do mosquito aedes aegypti no município, a Secretaria de Saúde da Prefeitura de Ilhéus elaborou o Plano de Contingência da Dengue para o ano de 2014, que já foi enviado para apreciação do Conselho Municipal de Saúde. Segundo o secretário de Saúde, José Antonio Ocké, após a deliberação do Conselho, o plano será enviado à Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), através da 6ª Diretoria Regional de Saúde (Dires).

O Plano de Contingência da dengue prevê uma série de articulações para o diagnóstico da doença, ações de prevenção e educativas e para o atendimento aos pacientes infectados pelo mosquito aedes aegypti. Segundo a coordenadora do Serviço de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde (Sesau), Patrícia Dickie de Almeida, o Plano define quais hospitais atenderão aos pacientes com dengue, os laboratórios do Município que realizarão os exames e entregarão os resultados em tempo hábil, a fim de garantir uma assistência adequada à população.
Conforme informação da coordenadora, o Hospital Geral Luiz Viana Filho (HGLVF) continuará sendo hospital de referência para dengue, mas as demais instituições hospitalares do município também estarão atentas para as ocorrências da doença e outros agravos. Por outro lado, a secretaria de Saúde já está adotando providências para instalar o PA (Pronto Atendimento) da dengue no andar térreo da CMAE – Clínica Municipal de Atendimento Especializado, localizada no bairro Cidade Nova. 
Comitê – O comitê de contingenciamento da dengue é formado pelos coordenadores dos serviços de Vigilância Epidemiológica, da Atenção Básica, Média e Alta Complexidade, Regulação, Planejamento, SAMU, Polo Dengue (PA da Dengue), diretor Administrativo e Superintendente Técnico da Secretaria de Saúde, além dos diretores do Hospital Geral Luiz Viana Filho, da 6ª Diretoria Regional de Saúde (DIRES), o médico Edmundo Patury e a coordenadora do Núcleo de Vigilância Epidemiológica do Hospital Geral.  
O secretário Antonio Ocké ressalta que o combate a dengue “deve ser que encarado por todos os segmentos da sociedade, porque não é um problema restrito à saúde, mas uma ocorrência que afeta toda a população”. Nesse sentido, serão realizadas ações educativas com o objetivo de sensibilizar as comunidades locais sobre o perigo que a dengue representa, incentivando atividades para a eliminação de potenciais criadouros do aedes aegypti dentro dos domicílios. A mobilização social acontecerá através de palestras, panfletagens, visitas às casas positivas e mutirões de combate à proliferação da dengue.

Secretaria de Comunicação (Secom)
Ilhéus – 27.01.14

Nenhum comentário:

Postar um comentário