Postagem em destaque

AGU PEDE REJEIÇÃO DE AÇÃO POR DANO MORAL MOVIDA POR LULA

OPERAÇÃO LAVA JATO AGU PEDE REJEIÇÃO DE AÇÃO POR DANO MORAL MOVIDA POR LULA CONTRA DELEGADO DA PF NA AÇÃO O EX-PRESIDENTE PEDE R$ 100 ...

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Projeto Domingo na Avenida começa neste domingo em Ilhéus

O Conselho Municipal de Educação de Ilhéus decidiu, em reunião realizada nesta quarta-feira (18), anular o ano letivo de 2013 das escolas da rede municipal que iniciaram o ano letivo em outubro desse ano. O motivo da anulação foi porque muitas escolas, principalmente da zona rural, ficaram desde o inicio do ano até o mês de outubro sem aulas e a Secretaria Municipal de Educação não apresentou, em tempo hábil, uma proposta de reposição dessas aulas.

De acordo com membros do Conselho de Educação, a culpa pela anulação do ano letivo de 2013 é única do governo municipal, que não promoveu condições para que as escolas funcionassem. A situação das unidades de ensino de Ilhéus é lastimável. A maioria não possui estrutura física adequada e algumas correm até riscos de desabamento.

Há ainda problemas como a péssima situação das estradas, a falta de condições de trabalho e outras questões administrativas que deveriam ter sido regularizadas pelo governo municipal, como a contratação de profissionais, ajuda de custo e vales-transportes para os trabalhadores em educação. O Conselho Municipal deverá publicar nos próximos dias uma resolução com os motivos da anulação do ano letivo e a relação nominal das escolas da rede municipal que iniciaram as aulas em outubro, mas adiantou que a medida não tem qualquer relação com a greve dos trabalhadores em educação.

Por - Edy Camargo

Nenhum comentário:

Postar um comentário