domingo, 1 de dezembro de 2013

Prefeito de Itabuna pede auxilio a Coordenação Estadual de Defesa Civil

(O SOL  SURGIU RADIANTE HOJE (01) EM ITABUNA, COM CERCA DE 700 FAMÍLIAS DESABRIGADAS E  CONTABILIZANDO SEUS PREJUÍZOS E RECEBENDO DOAÇÕES.  O POVO DE ITABUNA  TEM SE DEMONSTRANDO SENSÍVEL )

Mesmo assim o prefeito de Itabuna, Claudevane Leite, encaminhou, neste sábado, ofício à Coordenação Estadual de Defesa Civil (Cordec) solicitando ao Governo do Estado a homologação do Decreto de “Situação de Emergência” por ele assinado  na sexta-feira, dia 29, em consequência das enchentes que atingiram a Cidade, provocando destruição, desabrigo e desalojando mais de 270 famílias. As áreas mais castigadas foram os bairros São Roque, Caixa d’ Água e Santa Inês, além de Maria Matos (Rua de Palha) e Nova Itabuna.


            No documento ao superintende da Cordec, Salvador Brito de São José, o prefeito Vane destaca a urgente necessidade de o município assegurar assistência e dignidade às famílias atingidas pelo desastre natural. Até este sábado, a Comissão Municipal de Defesa Civil já havia alojado no Parque de Exposições Antônio Setenta, na zona oeste, 28 famílias desabrigadas dos bairros Maria Matos (Rua de Palha) e Nova Itabuna. Já na Escola Brasília Baraúna, na zona norte da cidade, estão instaladas 89 pessoas de 28 famílias, oriundas dos bairros São Roque, Caixa d’ Água, Antique e Santa Inês.


            O reconhecimento da “Situação de Emergência” pelo Governo da Bahia permitirá ao município o acesso a recursos federais, indispensáveis para auxiliar às famílias desabrigada com a concessão, por exemplo, do aluguel social, materiais de construção e aquisição de alimentos. A Cordec também poderá apoiar a Prefeitura, inclusive com o fornecimento de cestas básicas, colchões, cobertores e filtros, como prevê a legislação nacional de desastres.

Do - Departamento de Comunicação Social
Por: Erivaldo Bomfim
Foto: Wilson Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário