Postagem em destaque

PREFEITO ANTONIO DE ANÍSIO SOLICITA REFORÇO POLICIAL PARA ITACARÉ

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, se reuniu nesta quinta-feira com o delegado regional da 7ª Coordenadoria Regional de Polícia...

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Operação desarticula quadrilha acusada de participar de nove homicídios

Salvador – Depois de quase um ano de investigação, uma quadrilha com atuações nos bairros da Liberdade, Pernambués, Uruguai, Baixa do Fiscal e Itapuã foi desarticulada pela Operação Rio da Prata, deflagrada, na quinta-feira (5), pelos Departamentos de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e de Narcóticos (Denarc), para cumprimento de 17 mandados de prisão e 20 de busca e apreensão. Treze pessoas foram presas (quatro delas já recolhidas em presídios baianos), todas suspeitas de participar de, pelo menos, nove homicídios ocorridos nos últimos dois anos, além de roubos e tráfico de drogas, em Salvador, e apreendidos dois quilos de droga (entre cocaína, crack e maconha), um revólver, um carregador de submetralhadora 9mm municiado e seis balanças.



Entre os alvos dos mandados cumpridos, quatro deles referem-se a criminosos recolhidos em presídios da capital e do interior. Apontado como o líder da quadrilha, Durval Vilas Boas Barbosa, o “Miranda”, está no Conjunto Prisional de Feira de Santana, desde julho de 2012, ocasião em que figurava como o 10 de Copas, no Baralho do Crime, elaborado pela Secretaria da Segurança Pública (SSP), com as imagens dos criminosos mais procurados do estado. Já Ivan Carlos Silva Lacerda se encontra no Conjunto Penal de Vitória da Conquista, e Émerson dos Santos Cruz, o “Bido”, e Raimundo de Oliveira Moreira, o “Duda”, no Complexo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador.
Duda é um dos mandantes do duplo homicídio contra dois traficantes do Amazonas, ocorrido na Praça da Piedade, no dia 8 de maio deste ano, e que teve como mandante o traficante “Val Bandeira”, que cumpre pena na Unidade Especial Disciplinar (UED), na Mata Escura.
APRESENTAÇÃO
Débora Vilas Boas Barbosa, a “Fofa”, 30, irmã de Miranda, tentou fugir do cerco policial, mas foi capturada no bairro do Lobato. De acordo com o diretor adjunto do DHPP, delegado José Bezerra, que apresentou o resultado da operação, na manhã desta segunda-feira (9), no prédio que abriga a unidade, na Pituba, Miranda passou, após sua prisão, a liderar o bando por intermédio da irmã, considerada o seu braço direito.
“Todas as ações tinham que ser autorizadas por Fofa, que exercia papel importante no bando, inclusive com participação direta em alguns homicídios”, disse Bezerra. Os delegados Guilherme Machado, do Denarc, e André Carneiro, da 2ª Delegacia Territorial (Liberdade), e o diretor do Laboratório Central de Polícia Técnica (LCPT/DPT), perito Alexsandro Fiscina de Santana, participaram da coletiva.
Os policiais prenderam também a traficante Daiane França dos Santos, 29, e sua mãe, Ana Cristina de Sena França, 50, flagradas, na Liberdade, onde residem, com oito trouxinhas de cocaína, 252 porções de maconha e cinco munições calibre 380. Ainda na Liberdade, mas em outro imóvel, Willer Reis dos Santos, o “Tchola”, também foi preso com 76 pinos de cocaína e um saco contendo certa quantidade desta mesma droga, além de 60 pedras de crack. Ana Cristina e Daiane foram autuadas em flagrante por tráfico de drogas e encaminhadas, junto com os outros presos, para o sistema prisional
Ainda na Liberdade, no terreno da casa de Adriano Martins Vidal, o “Jack”, que fugiu ao perceber a aproximação policial, os investigadores apreenderam uma arma calibre 32, um carregador de submetralhadora 9mm, 286 pedras de crack, 28 trouxas de maconha e 23 porções de cocaína. Por força dos mandados, a polícia prendeu também Rodrigo dos Santos Cruz, o “Chuck”, 22, Flávia Rose Pina Barbosa dos Santos, 30, e Alan Oliveira Sandes, o “Jerry”, 25, todos na Liberdade, além de Helenílson Barbosa Machado, o “Bago”, no Jardim Cajazeiras. Além de Jack, outros quatro criminosos já estão com prisões preventivas decretadas e continuam procurados.
Do - jornaldamídia.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário