Postagem em destaque

Prefeitura de Ilhéus realiza ação de combate ao abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes

A Prefeitura de Ilhéus, através da Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS), realizou, nesta quarta-feira, 22, ação educat...

terça-feira, 3 de setembro de 2013

ARTIGO DE ANTONIO NUNES

Antonio Nunes de Souza*
A maior preocupação masculina!
                                        
Mesmo com as ganâncias comerciais, brigas por terras, enriquecimentos rápidos, prestígios sociais, etc., o homem, nas suas horas de laser, sempre coloca a mulher como uma essencialidade e provedora das suas necessidades fisiológicas. Uns com uma delicadeza impar, que é a minoria, outros sutilmente cobrando o que aplica financeiramente entre seus custos e, a maioria, infelizmente, exigindo como uma obrigação de escravas sexuais e domésticas.


Por incrível que pareça, a tônica acima mesmo estando bastante defasada pelas lutas constantes das mulheres, ainda é aplicada de uma maneira mais astuciosa em função das mulheres desenvolvendo independências, percebendo que foram e ainda são olhadas como “instrumentos de prazer”, mas, com certeza, dentro de breves anos teremos uma mudança radical nesse comportamento, quando elas se aperceberem e, em uma união mundial, colocarem as cartas na mesa e, sem as melancólicas docilidades de bancarem as mães dos exploradores marmanjos, ditem suas regras comportamentais, tendo como escudo defensivo e eficiente, suas adoráveis e maravilhosas genitálias que, com greves eventuais e rígidas, conseguem até parar o mundo sem que seja preciso fazer passeatas das “xotas pintadas” e nem quebra-quebras (hoje já tendo como precursoras as “marchas das vadias).
Suponho, com uma dose imensa de convicção, que com essa atitude e grito de independência, teremos uma reviravolta assombrosa nesse planeta, fazendo com que os homens se comportem de uma maneira mais cavalheira, respeitando com igualdade ambos os sexos em todos os sentidos. E, chamo a atenção das mulheres, pois, numa velocidade de fórmula um, os gays estão disputando, acirradamente, um lugar no pódio! Não temos nada contra, mas, sem deméritos com as outras preferências sexuais, torço pela vitória das meigas, maravilhosas, doces, encantadoras e lindas mulheres!
Portanto, com essa exposição de argumentos básicos e pertinentes, chamo a atenção dos homens que estão preocupados como eu, que alterem seus comportamentais, tome vergonha e tratem muito bem todas as mulheres com a máxima dignidade e respeito, pois, não que seja ruim sermos governados por mulheres, mas, nada melhor que mesclar todos os direitos e deveres com ações igualitárias nos comandos!
A verdade nua e crua é que, se não houver essa guinada imediata dos machões, vai acontecer o “Ou vai ou racha!”. Ou seja: Não vai, mas também não tem “rachas!”


*Escritor – Membro da Academia Grapiúna de Letras  -  antoniodaagral26@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário