quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Quase metade das escolas municipais de Ilhéus tem aulas normais

Apesar do movimento grevista dos servidores públicos deflagrado em Ilhéus, desde o dia 22 de julho, 23 das 51 escolas da rede municipal de ensino estão funcionando normalmente, conforme levantamento da Secretaria Municipal de Educação (Seduc). Os alunos estão sendo atendidos pelos professores contratados e aqueles pertencentes ao quadro da rede estadual de educação.


A secretária municipal de Educação, Marlúcia Rocha, faz um apelo aos professores da rede ilheense de ensino para que retornem às salas de aula e mostra preocupação em relação à reposição dos dias paralisados. “Quanto mais tempo durar o movimento, maior será o período de reposição das aulas, afetando os alunos e suas famílias, que ficarão com as férias comprometidas”, alerta a secretária.
Marlúcia Rocha enfatiza que a Secretaria de Educação terá que estender as aulas para os meses de janeiro e fevereiro de 2014, a fim de atender a legislação que determina um período mínimo de 200 dias para o ano letivo. Em reunião, na semana passada, o Conselho Municipal de Educação ratificou a exigência pelo cumprimento do calendário letivo. “Por isso, chamamos atenção dos pais e da comunidade para as escolas que já retomaram as atividades, a fim de acelerar o processo de reposição das aulas”.
Conforme o levantamento da Seduc, estão funcionando as escolas municipais Barão de Macaúbas (Pontal), Mariane Eckes (Barra), Heitor Dias (centro), Odete Salma (Malhado), Vila Nazaré (Tetônio Vilela), Gisélia Soares (Nelson Costa), Herval Soledade (Banco da Vitória), Batista Memorial (Malhado), Pequeno Davi (Parque Infantil), Paulo Freire (Teotônio Vilela), Dom Valfredo Tepe (Nossa Senhora da Vitória) e Escola de Educação Infantil (Teotônio Vilela).
E também as Escolas Municipais do Iguape, Salobrinho, Barra de Itaípe, Basílio, Banco do Pedro, Castelo Novo e Santo Antônio. Estão com as aulas normalizadas as turmas atendidas pelos professores da rede estadual do Centro de Convivência Pastor Severino (Nelson Costa), Promoção à Vida (Barreira), Escola de Menores São João Bosco (Banco da Vitória) e Escola Emília de Brito Correia (Teotônio Vilela).

da assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário