segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Município de Una completou 89 anos emancipação política

O município de Una, no Sul da Bahia, completou no último dia 02 de agosto 89 anos de história, de trabalho, de lutas, de conquistas e de vitórias. Para lembrar a data, a prefeita de Una, Diane Risciolelli, participou de diversas atividades na cidade, como a missa festiva, celebrada da Igreja de São José, inauguração da incubadora pública, um projeto em parceria com a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), e ainda distribuição de mudas. Participaram das solenidades de comemoração do aniversário de Una secretários municipais, vereadores e a comunidade em geral, representantes da Uesc, além da deputada estadual Ângela Sousa (PSD) e do prefeito de Canavieiras, Almir Melo.


Durante a inauguração da incubadora pública a prefeita Diane Rusciocelli falou do trabalho que vem sendo desenvolvido para colocar a cidade em ordem e dos projetos que já estão em fase de desenvolvimento para que sejam implementados já nos próximos meses.  Deputada estadual Ângela Sousa destacou conquistas que estão sendo somadas nos últimos meses no município e conclamou a todos para que façam parte de trabalho, para que unidos possam transformar as dificuldades em vitórias. Já o pró-reitor de extensão da Uesc, Antônio Bonfim, falou da importância da incubadora pública para o fortalecimento do associativismo e do cooperativismo e da escolha do município de Una para desenvolver esse projeto.

A incubadora pública terá um papel fundamental de não apenas incentivar o associativismo e o cooperativismo, como também ajudar na criação de novas associações e fornecer o suporte técnico para os grupos. A unidade de Uma funcionará com dois vetores básicos. O primeiro terá como foco a organização das associações e cooperativas com vista à participação no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), do Governo Federal, e o segundo vetor será a criação de uma unidade de beneficiamento de resíduos sólidos, junto com a cooperativa de catadores, gerando mais emprego e renda para os moradores de Una.

 
História - Da velha Fazenda São José (antiga Sesmaria), concedida a Maria Clementina Henriqueta pela rainha de Portugal Dona Maria, pouco restou, a não ser a bravura de um povo que não lastima diante dos obstáculos, mas que vai à luta em busca da vitória e que transforma trabalho em desenvolvimento. Assim é o povo guerreiro e acolhedor de Una.

Sua história revela a firmeza de um povo que busca sempre novas alternativas de crescimento e desenvolvimento. A região, que era primitivamente habitada pelos índios pataxós, cedeu lugar aos colonos alemães e poloneses, cheios de força e vontade de trabalhar, que se uniram em um único propósito de crescer e se desenvolver, formando-se ali o povoado denominada Una, entre as desembocaduras dos rios Una e Maroim. Começava ali uma história de um município próspero e acolhedor.

Em 1860 criou-se a freguesia com o nome de Santo Antônio da Barra do Una. Em 1890 fundou-se então o município de Una. Supresso em 1923, seu território foi anexado a Canavieiras. Em 1924, restaurou-se o município com sede no povoado de Cachoeirinha. Em 1939, elevou-se a vila à cidade, alterando-se o topônimo para Una. O nome tupi que significa “negro” e os  nativos de Una são orgulhosamente chamados de unenses.

Ao longo da sua história muita coisa mudou, mas Una continuou sendo um exemplo de luta, de perseverança e de superação. O município foi um importante produtor de cacau, produto que durante anos movimentou sua economia. Depois de grave crise na produção cacaueira causada pela presença da doença conhecida como vassoura-de-bruxa, a cidade não se curvou às dificuldades e buscou alternativas econômicas, como novas culturas e novas oportunidades.

Aliado a toda essa força do seu povo, Una também é privilegiada pela natureza, com suas belas praias e seu invejável patrimônio ambiental que atrai e encanta turistas do mundo inteiro. A diversidade ambiental de Una permite a coexistência de várias espécies de animais, contendo, inclusive, espécies ameaçadas de extinção. Dentre esses ambientes, estão a Reserva Biológica de Una (Ecoparque de Una), constituída de mata atlântica e a Reserva Particular do Patrimônio Natural Araraúna (Lençóis Belgas).

E sua história de mudanças e transformações não para. Nas últimas eleições os unenses deram mais um exemplo de compromisso com a cidade, elegendo a prefeita Diane Rusciolelli para tocar os destinos do município, Árduo tem sido o trabalho de reorganizar o município de Una, mas Diane Rusciolleli tem buscado, através de parcerias e apoios, realizar as mudanças na cidade. São 89 anos de história de um município que nasceu para vencer, para transformar e para ser exemplo de perseverança, de trabalho, de luta e de vitórias.

Da-Assessoria 

Fotos: Cristiano Cruz

Nenhum comentário:

Postar um comentário