Postagem em destaque

PREFEITO ANTONIO DE ANÍSIO SOLICITA REFORÇO POLICIAL PARA ITACARÉ

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, se reuniu nesta quinta-feira com o delegado regional da 7ª Coordenadoria Regional de Polícia...

sexta-feira, 21 de junho de 2013

Manifestantes tentaram invadir o Palácio de Ondina no final da noite

Foto: Reprodução/A Tarde
Manifestantes tentaram furar o cordão de isolamento ao redor do estádio da Fonte Nova e foram recebidos a bala. (Foto: Reprodução/A Tarde)
No final da noite de ontem, um grupo tentou chegar à residência oficial do governador Jaques Wagner (PT), o chamado Palácio de Ondina, e foi recebido com bombas de gás lacrimogêneo. Outra parte da mobilização se dirigiu à prefeitura, mas não houve conflitos. Para sábado (22), dia de Brasil e Itália na Fonte Nova, pela Copa das Confederações, está marcado um novo protesto na capital.
O governador Jaques Wagner convocou entrevista à imprensa para esta sexta (21), quando era esperada uma visita da presidente Dilma Rousseff a Salvador, para falar sobre o assunto. O evento com Dilma foi cancelado em meio ao acirramento dos confrontos pelo país.
Os protestos na capital baiana começou com 20 mil pessoas reunidas em paz até que alguns manifestantes tentaram furar o cordão de isolamento ao redor do estádio da Fonte Nova, segundo a polícia, e os confrontos começaram. Foram atiradas balas de borracha e bombas de gás lacrimogêneo pela tropa de choque da PM baiana, que contou com apoio da Força Nacional de Segurança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário