Postagem em destaque

PREFEITO ANTONIO DE ANÍSIO SOLICITA REFORÇO POLICIAL PARA ITACARÉ

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, se reuniu nesta quinta-feira com o delegado regional da 7ª Coordenadoria Regional de Polícia...

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Arena Fonte Nova tem sido marcada por incidentes constrangedores

O rompimento de parte da cobertura da Arena Fonte Nova, um dos estádios da Copa das Confederações e da Copa do Mundo de 2014, está causando grande repercussão. Em uma de suas matérias distribuídos para jornais do mundo inteiro, a agência de notícias Reuters lembra que a arena tem sido marcada por incidentes constrangedores para os administradores.





A Reuters relata que o estádio, inaugurado em abril, foi totalmente reconstruído a um custo de quase R$ 689 milhões (dados oficiais do governo e dos gestores. Extraoficialmente, fala-se que o custo beirou R$ 1 bilhão) após a demolição da antiga Fonte Nova. A arena tem capacidade para 50 mil pessoas.
Clique na foto abaixo e confira imagens do incidente na Arena Fonte Nova:
arena5
”O antigo estádio foi palco de uma tragédia em 2007, quando parte da arquibancada despencou durante uma partida, matando 7 pessoas”, informa a Reuters, que sustenta ainda:
”A arena, que receberá o duelo da primeira fase da Copa das Confederações Brasil x Itália, tem sido marcado por incidentes constrangedores para os administradores. A venda de ingressos para o jogo inaugural, o clássico do futebol baiano Bahia e Vitória, foi marcada por uma confusão decorrente do grande número de torcedores do lado de fora do estádio. A polícia precisou usar bomba de efeito moral para afastar a multidão”.
O portal ESPN destacou em manchete: “Parte da cobertura da Fonte Nova cai com chuvas, mas não há feridos”. A Folha Online, versão da internet da Folha de São Paulo, estampou em manchete de capa: ”Cobertura da Fonte Nova rasga com chuva em Salvador”. Já O Estado de São Paulo publicou em seu site ”Consórcio que administra a Fonte Nova atribui incidente a erro humano”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário