Postagem em destaque

Prefeitura de Ilhéus realiza ação de combate ao abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes

A Prefeitura de Ilhéus, através da Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS), realizou, nesta quarta-feira, 22, ação educat...

sexta-feira, 15 de março de 2013

Comerciários de Ilhéus e região ganham Centro de Cultura e Lazer do Sesc

Chegou ao fim uma luta iniciada há 19 anos: Ilhéus passa a integrar o rol de cidades do interior da Bahia que terá a disposição um Centro de Cultura e Lazer do SESC – Serviço Social do Comércio. Há quase duas décadas, o município vinha lutando, através do Sindicato do Comércio Varejista de Ilhéus (Sicomercio), pelo equipamento que é referencia em lazer, cultura, saúde e educação para comerciários de várias cidades baianas.


A escritura de compra e venda do terreno foi lavrada na última quarta-feira (13) na sede do SESC Bahia em Salvador. O documento foi assinado pelo presidente da Federação do Comércio do Estado da Bahia (Fecomércio), SESC/SENAC , Carlos Fernando Amaral e pelo antigo proprietário, João Augusto Câmara. O presidente do Sicomércio de Ilhéus, Antônio Costa, que é conselheiro do SESC, também prestigiou a assinatura da escritura. Estiveram presentes ainda o assessor jurídico da Fecomércio, Nelson Antônio Daiha Filho; a diretora Regional do SESC/Bahia, Célia Batista; a sub-tabeliã do cartório de Compra e Venda de Imóveis de Ilhéus, Rita de Cássia Almeida.


A aquisição do terreno – uma área de 50 mil metros quadrados, localizada no km 05 da rodovia Ilhéus/Itacaré – é a primeira e primordial etapa que atende, na opinião do presidente do Sicomércio, Antonio Costa, a uma reivindicação antiga do comércio de Ilhéus e de cidades vizinhas que serão beneficiados pelo equipamento. “A compra do terreno significa a conclusão de uma importante e longa etapa, assim como o início de uma nova, que vai trazer bem estar social para milhares de comerciários da região”, salientou. A aquisição da área pelo SESC foi um investimento de 1,6 milhão de reais.


Ser funcionário do comércio e ter a carteira assinada são os únicos critérios para que comerciários de Ilhéus e de cidades circunvizinhas, como Ubaitaba, Itacaré e Itabuna, possam desfrutar de uma estrutura voltada exclusivamente para o seu bem-estar. O espaço contará com quadras poliesportivas, parque aquático, quiosques, loja de artesanatos, academia de ginástica restaurantes, lanchonetes, campo de futebol, entre outros equipamentos. A exemplo das outras quinze unidades espalhadas pelo Estado, o centro que será construído em Ilhéus também estenderá seus serviços e benefícios para os familiares dos comerciários, que contarão ainda com escola voltada para a educação primária, gabinete odontológico, entre outros serviços.

A sociedade comemora

A presidente do Sindicato dos Empregados no Comércio do Município de Ilhéus (Secmi), Crismélia Mali Moreira da Silva, afirma que além de significar uma vitória para o município, a implantação do centro representa mais qualidade de vida para a categoria e novas oportunidades para o turismo. “Essa é uma notícia esperada há muitos anos pelos comerciários, que sempre procuram nossa entidade para saber sobre o centro e até para se cadastrar. Além disso, os comerciários passarão a contar com um espaço com uma estrutura planejada e de referência para realizar seus eventos, festas e confraternizações, abrindo as portas para que trabalhadores do segmento de outros municípios do Brasil possam vir e visitar nossa cidade.

Já o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Ilhéus, Paulo Ganem, que acompanha a luta pela vinda do empreendimento, fez questão de parabenizar todo o esforço empreendido pelo presidente do Sicomercio de Ilhéus, nessa conquista. “Ilhéus era um dos pólos comerciais da Bahia que ainda não contava com o centro e necessitava suprir essa demanda”. Ainde de acordo com Ganem, “além de beneficiar a categoria, a economia local também será favorecida”.

Ao ser comunicado, durante reunião realizada na última quinta-feira, dia 14, no Palácio Paranaguá com os presidentes do Sicomércio, Antônio Costa; Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Paulo Ganem e da Associação Comercial de Ilhéus (ACI), Nilton Cruz; o prefeito Jabes Ribeiro manifestou toda a sua alegria e entusiasmo pelo investimento do SESC em Ilhéus. “Recebi a noticia da construção da unidade do Sesc aqui no município com grande satisfação. Afinal, será mais um empreendimento que vai beneficiar diretamente os trabalhadores do comércio de Ilhéus e região”.



Mais sobre o SESC

O SESC é uma entidade de direito privado, criada e mantida pelo empresariado do Comércio de Bens, Serviços e Turismo nos termos do Decreto Lei nº 9.853, de 13 de Setembro de 1946. Com a fundação da Federação do Comércio do Estado da Bahia em 1947, foram criadas as condições para a sua implantação, que contribuiu para modificar sensivelmente a relação de trabalho entre empregado e empregador.



Com uma estrutura física composta de 15 unidades, 10 na capital (Salvador) e 5 no interior (Feira de Santana, Jequié, Paulo Afonso, Santo Antônio de Jesus e Vitória da Conquista), o SESC Bahia presta serviços e realiza atividades nos campos de Assistência, Cultura, Educação, Lazer e Saúde, contribuindo para o desenvolvimento econômico e social do país, tornando-se exemplo e referência para todos que têm compromisso e responsabilidade com o bem estar social dos baianos e brasileiros.


Da assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário