Postagem em destaque

Prefeitura de Ilhéus realiza ação de combate ao abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes

A Prefeitura de Ilhéus, através da Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS), realizou, nesta quarta-feira, 22, ação educat...

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

ARTIGO: Não recebeu um rim, mas doou as córneas



Por Jacqueline Ceo*

As experiências da vida sempre nos ensinam, mas algumas são especialmente significativas e relato aqui uma delas.

P.M. era uma moça de 28 anos, casada, mãe de três filhos e tinha doença renal desde os 14 anos, começando a fazer hemodiálise na Santa Casa de Misericórdia de Itabuna aos 21 anos. Comparecia três vezes por semana ao Centro de Diálise para a realização do seu tratamento. Pessoa tranqüila, colaborativa, estava inscrita na lista de transplantes para receber um rim de doador falecido. Quis o destino que em julho deste ano, após mais uma sessão de diálise, quando retornando em uma ambulância para seu município de origem – Ibicuí – um grave acidente de trânsito tirou-lhe a vida, tragédia também que vitimou fatalmente outro paciente do nosso serviço, causando grande comoção. 

Após o óbito, coube à Comissão Intrahospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (Cihdott) entrevistar aquela família que, quando perguntada se concordava com a doação das córneas de P.M., responderia de forma clara e concisa: SIM, concordamos.

Para aquela moça, receber um rim teria mudado definitivamente a sua vida e ela sonhou com esta possibilidade até o último momento. Não ter recebido o órgão não a impediu de pensar em outros que poderiam se beneficiar com o seu gesto de doação: P.M. sempre manifestou para a família o desejo de ser doadora de órgãos.

A doação das córneas foi realizada com sucesso e o transplante possibilitou não somente ao paciente receptor enxergar a vida, mas possibilitou a toda sociedade enxergar a doação e a recepção de órgãos como uma perspectiva real para todos. A grandeza de poder ver a vida além da vida!

        
*Jacqueline Céo é enfermeira e Coordenadora da Comissão Intra-hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (Cidhott)

Nenhum comentário:

Postar um comentário