terça-feira, 20 de novembro de 2012

José Dirceu do PT se diverte em Busca Vida antes de ser preso por formar quadrilha

por
Carlos Vianna Junior

A estada do ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu - condenado a 10 anos e 10 meses de prisão no julgamento do mensalão - no condomínio Busca Vida, na Estrada do Coco, não foi bem vista por seus moradores e vizinhos.

“Eu me sinto constrangido pela situação. Se eu fosse ele, ficaria em casa, ou então escondido, mas não estaria em uma mansão à beira mar, como que demonstrando que não tá nem aí”, disse o morador conhecido como Paulo Gaúcho. Ele chegou de Porto Alegre no sábado, já sabendo da presença do condenado pelo Supremo Tribunal Federal no condomínio onde vive com a família.

Pedindo para não ser identificada, a mulher de Paulo Gaúcjo revela que viu José Dirceu algumas vezes durante o fim de semana e que pensou em fazer uma manifestação de repúdio. “Moramos muito perto da casa onde ele está, que fica de frente para o mar. Para mim é como está vivendo próximo de um criminoso e isso não me agrada”, ressalta.

Ela disse ainda que pensou em fazer uma manifestação de repúdio. “Ainda penso em colocar ao menos uma faixa para mostrar o quanto nos incomodamos com a presença dele”, disse. Ela sustenta outro argumento que alimenta ainda mais a sua indignação. “Ele pode estar usufruindo de umas férias pagas com o nosso dinheiro”, sugere.

Seu marido, mais compreensivo, acredita que José Dirceu já está pagando pelos crimes que cometeu. “Imagino que nesse momento ele não esteja em paz, pois a repercussão de sua estadia tem sido intensa e com certeza ele sabe disso”, disse, lembrando que a informação de que o ex-ministro estaria em Busca Vida partiu de um morador que postou comentários no Facebook, “o que foi seguido por muitos comentários ácidos”, acrescenta Paulo Gaúcho.

A opinião do morador não é a mesma de Carolina Mansur, gerente do Café da Fazenda, uma casa de degustação que fica na entrada do condomínio Busca Vida. “Não acho que ele esteja sofrendo. Ele é político e como tal está preparado para passar por situações como essas sem nenhum constrangimento”. Já a moradora do condomínio, Maria José ficou surpresa ao saber que o condenado pelo mensalão estava tão próximo. “Não sabia. Deve ser porque ele está na parte dos ricos".

TribunadaBahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário