segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Investimento da JAC Motors em Camaçari

Investimento da JAC Motors em Camaçari consolida polo automotivo baiano

Simbolizando uma cápsula do tempo, um automóvel JAC J3 foi enterrado no terreno da fábrica (Foto: Secom/Divulgação)

Salvador – Depois de dois anos de negociações, mais uma indústria automotiva está se instalando no Polo Industrial de Camaçari (PIC). Nesta segunda-feira (26), foi lançada a pedra fundamental da fábrica da montadora JAC Motors. “É perto de R$ 1 bilhão em investimentos, 3,5 mil empregos diretos e cerca de 10 mil indiretos. A JAC Motors se torna, também, um fator de atração de novos investimentos”, disse o governador Jaques Wagner. A capacidade da planta de Camaçari será de 100 mil unidades anuais.

Na cerimônia, o governador, o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, e os presidentes da JAC Motors da China e do Brasil, An Jin e Sérgio Habib, enterraram, simbolizando uma cápsula do tempo, um automóvel JAC J3 no terreno da fábrica, com textos, fotos e objetos, que serão recuperados dentro de 20 anos – em 2032.

De acordo Wagner, a decisão do governo federal de aumentar o IPI dos automóveis importados foi fundamental para se tratar de forma diferenciada as empresas que querem passar de importadoras a fabricantes no Brasil. “A presidenta Dilma entendeu que era importante atrair montadoras. A JAC estava nesta espera e teve viabilizado o seu empreendimento. Agora, vamos esperar sair o primeiro JAC Bahia-Brasil em 2014”. A JAC é a segunda fábrica de automóveis a se instalar no estado. A primeira foi a Ford.

Incentivos - Segundo o ministro Pimentel, “a JAC Motors é a primeira empresa a lançar no Brasil uma pedra fundamental já sob o regime Inovar Auto. Ele disse que o decreto do regime automotivo foi publicado recentemente e já começa a produzir resultados positivos. “Este novo regime vai vigorar até 2018 e pretende atrair para o Brasil novos fabricantes de veículos e sistemistas na área de autopeças”.
O secretário da Fazenda, Luiz Alberto Petitinga, disse que a JAC é beneficiada, também, pelo programa estadual Pró-Auto. “Isso é um fator de desenvolvimento, sabemos que de forma indireta isso traz inclusive aumento da arrecadação, uma vez que há a geração de emprego e a atração de outras empresas para a Bahia”.

O ministro Pimentel informou que há outras empresas interessadas em vir para o estado. “Um secretário-executivo do Ministério voltou da China no final da semana passada e nos deu a notícia de que há outra montadora praticamente decidida a se instalar na Bahia”. “Este é um esforço do Governo do Estado. O governo federal não faz a atração, apenas cria as condições para que os investimentos venham para o Brasil. Cabe ao Estado atrair estas empresas. A Bahia conseguiu sensibilizar a direção da JAC Motors com esta perspectiva e hoje é um dia importante para o Brasil. Nós estamos mostrando a pujança, a força da nossa economia”, disse Pimentel.

Cápsula - An Jin disse que a atuação do governo baiano na negociação se destacou e influenciou na decisão do local de implantação da montadora. “A Bahia também oferece mão de obra especializada de qualidade, além de localização estratégica para importação e exportação”.

De acordo com Sérgio Habib, o carro enterrado é um compromisso da JAC Motors com a Bahia. “Quando a cápsula do tempo for desenterrada, isso aqui será um complexo industrial gigante, e poderemos comparar o que é isto aqui hoje e o que será daqui a 20 anos. Vai ser interessante tirar de dentro do carro alguns objetos, como um Ipod, um computador, além das mensagens”.

O carro que será produzido na Bahia, um hatch, está sendo projetado, segundo Habib, para o mercado brasileiro e vai estar ao alcance do poder aquisitivo da população baiana. Ele lembrou que o primeiro contato da JAC Motors com o Governo do Estado foi em dezembro de 2010. “Nossa obra já está com a terraplenagem sendo realizada. Daqui a dois anos, estaremos com os primeiros carros saindo da nossa fábrica aqui na Bahia”.

Do - JornaldaMídia

Nenhum comentário:

Postar um comentário