Postagem em destaque

PREFEITO ANTONIO DE ANÍSIO SOLICITA REFORÇO POLICIAL PARA ITACARÉ

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, se reuniu nesta quinta-feira com o delegado regional da 7ª Coordenadoria Regional de Polícia...

terça-feira, 13 de novembro de 2012

Encontro discute direitos humanos

Encontro discute direitos humanos e acesso ao esporte para pessoas com deficiência

Discutir o acesso das pessoas com deficiência ao esporte e elaborar propostas de inclusão e manutenção dos direitos humanos, foram os principais temas do I Encontro Baiano para Pessoas com Deficiência: Direitos Humanos e Acesso ao Esporte, promovido pela Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos através da Superintendência dos Direitos da Pessoa com Deficiência – SUDEF e pela Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte – SETRE, através da Superintendência dos Desportos da Bahia – SUDESB.

O encontro, realizado no auditório da SJCDH nesta terça, 13, também promoveu discussões sobre a promoção da cidadania através do paradesporto. “Mesmo diante das dificuldades de treinamento e estrutura, os paratletas baianos tem alcançado bons resultados”, afirmou Evangel Vale, vice-presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

“Esse trabalho é o ápice do momento que buscamos desde 2009”, disse Alexandre Baroni, Superintendente da SUDEF, relembrando o começo das discussões sobre acessibilidade para a Copa de 2014 em parceria com a Secretaria Estadual para Assuntos da Copa do Mundo da FIFA 2014 – SECOPA e com a Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia – SUDESB.

Parceria consolidada – Ainda pela manhã, os paratletas da Seleção Brasileira Futebol de Cinco, medalhistas de ouro da Paraolimpíada de Londres 2012, os baianos Jeferson da Conceição Gonçalves, Cássio Lopes dos Reis e Gledson da Paixão Barros, foram homenageados pelas autoridades presentes.

Segundo Raimundo Nonato Tavares, Diretor Geral da SUDESB, esse evento vai ajudar a definir propostas e consolidar a parceria entre as secretarias. “A pauta do nosso país até 2014 é o esporte e uma parceria entre a SJCDH, SECOPA e SETRE afirma a força do paradesporto baiano”, disse Nonato, referindo-se ao legado que os próximos eventos esportivos deixarão no país.

Para o Secretário Almiro Sena, esse projeto deve ser ampliado para que beneficie o maior número possível de atletas até 2016. “É importante que esse projeto seja transformado em programa de governo para que os paratletas baianos nunca mais sejam excluídos das competições”, disse Sena citando o poder de inclusão e preservação de valores que a prática de esportes promove.
 
--
Por - Assessoria de Comunicação SJCDH

Nenhum comentário:

Postar um comentário