HONRA

A HONRA DOS HOMENS ESTÁ SE BANALIZANDO, COM A PALAVRA INDO PARA O VENTO! É TRISTE!

terça-feira, 18 de outubro de 2011

ACABOU A GREVE DOS BANCÁRIOS

Após 21 dias de paralisação, chegou ao fim, em assembleia realizada na noite desta segunda,17, a greve dos bancários em todo o país. A exceção ficou por conta do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), que segue parado com uma pauta própria de reivindicação.

Segundo o presidente da Federação dos Bancários dos Estados da Bahia e Sergipe, Emanoel Souza, o reajuste salarial alcançado pela categoria foi de 9% (aumento real de 1,5%, se descontada a inflação do último ano) sobre todos os vencimentos, além da  valorização do piso em 10%.

Além disso, haverá acréscimo também no pagamento da Participação nos Lucros e Resultado (PLR), que passa a ser de 90% sobre o salário, mais o valor de R$ 1.400, somado a 2% do lucro líquido da empresa, distribuído de forma linear entre todos os empregados.

Para Souza, foram avanços importantes. “A greve é um movimento nacional, de difícil negociação. Mas  considero importante o que conseguimos. A elevação do piso e da PLR, por exemplo”, disse ele.
Para o secretário geral do Sindicato dos Bancários da Bahia, Olivan Faustino, a greve foi vitoriosa. “A propostoa não é a ideal, mas há pontos positivos”, afirmou Faustino.

A votação pelo fim da greve, no entanto, foi marcada por vaias e protestos por parte dos trabalhadores que acompanharam a assembleia.


Fim das metas - A proposta dos bancos, este ano,  incluiu ainda avanços sociais. Uma nova cláusula proíbe a divulgação de rankings individuais dos funcionários, como forma de frear a cobrança das metas abusivas e combater o assédio moral.

Os dias de greve também não serão descontados, mas serão compensados em até duas horas por dia, de segunda a sexta-feira, até o dia 15 de dezembro. Assim como nos anos anteriores, um eventual saldo de horas após esse período será anistiado.

A greve começou no dia 27 de setembro e chegou a paralisar 9.254 agências e vários centros administrativos de bancos públicos e privados em todos os 26 estados e no Distrito Federal.
Por: Fábio Bitencourt - A Tarde Online

expressaounica

Em Itabuna as agencias também estão voltando  a funcionar normalmente, com exceção do Banco do Nordeste. O fechamento das agencias deram muitos prejuizos ao comércio local, segundo declaração  de alguns empresários.

Nenhum comentário: